Varginha intensifica vacinação contra sarampo/caxumba e rubéola

Devido ao surto de Sarampo em São Paulo e a ocorrência da doença em outros estados, a Secretaria Municipal de Saúde de Varginha – SEMUS – vai intensificar a vacinação no município.

A imunização será com a Vacina Triviral (Sarampo – Caxumba – Rubéola), sábado, dia 31, das 9h às 18h para todas as pessoas:

– com idade até 49 anos que não foram vacinadas (acima dessa idade, o Ministério da Saúde subentende que as pessoas possam ter tido a doença; quem já teve sarampo não vai ter mais; caso haja surto, a pessoa mesmo acima de 50 anos deverá ser imunizado novamente se for contato de caso positivo para sarampo);

– crianças de 6 a 11 meses de idade (neste caso ocorre a intensificação – que é diferente de rotina – , pois com 1 ano o bebê faz a primeira dose e com 1 ano e 3 meses receberá a segunda dose; assim, a pessoa de 1 ano e três meses a 29 anos tem que ter duas doses da vacina triviral ; de 30 a 49 anos tem que ter 1 dose da vacina triviral);

– e jovens de 15 a 29 anos.

“Portanto, não é uma campanha de vacinação e sim uma intensificação. Vale reforçar que crianças menores de 1 ano estão no público-alvo por serem susceptíveis a casos graves e óbitos”, ressalta a enfermeira do Setor de Epidemiologia da SEMUS, Roseane Souza e Silva.

A servidora estadual Thayane Viana de Carvalho Lenzi expressa responsabilidade e confirma que vai levar a filha Noemy que vai completar 8 meses “porque é uma doença que pode ser grave em bebês; me preocupo com o surto em São Paulo e casos em outras regiões, já e que uma pessoa infectada pode transmiti-la por vários dias, mesmo antes dos sintomas aparentes. Então, por mais que seja uma dose extra, já que ela vai ter que tomar novamente com 12 e 15 meses, é importante prevenir e protegê-la”.

Quem quiser antecipar e não vacinar esperar o final do mês, pode ir até a Unidade de Saúde onde também serão esclarecidas todas as dúvidas como por exemplo, que não pode receber a dose como grávidas e pessoas imunossuprimidos (que não podem tomar qualquer tipo de vacina).

A ação do dia 31 vai envolver cinco equipes com total de 40 profissionais entre enfermeiros e técnicos de enfermagem. É necessário apresentar a Caderneta de Vacinação da criança e do adulto.

Deixe um comentário