Varginha é o município que mais cresceu na região

Varginha é o município que mais cresceu na região

Calculado anualmente pelo Governo do Estado, o VAF é o índice formado pelas informações dos contribuintes, relativo aos seus movimentos econômicos, que servirão de base para os repasses constitucionais sobre os valores das receitas de impostos recolhidos pelos Estados e pela União. Ele é apurado com base nas declarações sujeitas à entrega anual e obrigatória para todos os contribuintes do ICMS.

Com base nos dados publicados pelo governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda (resolução nº 5.518/2021) Varginha teve um crescimento de 23%, enquanto Pouso Alegre cresceu 8,09%, Extrema 7,87% e Poços de Caldas 7,46%, comparado ao VAF de 2020.

De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Juliano Cornélio, estes resultados demonstram sobretudo, que Varginha retomou o seu crescimento econômico de maneira sustentável e com parcerias estratégicas, dentre elas, as entidades representativas, o Governo de Estado, o Porto Seco Sul de Minas, lideranças e a classe empresarial, criando um ambiente extremamente favorável aos negócios. “Neste sentido seguiremos firmes neste propósito de atrair mais investimentos e consequentemente a geração de mais empregos”, complementa Juliano.

Ações do Desenvolvimento Econômico Municipal em 2021

O ano de 2021 deixa um marco no desenvolvimento econômico de Varginha, ao começar pela inauguração da nova sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, um espaço preparado para receber o empresário, sendo a primeira secretaria de desenvolvimento econômico do país dentro de um hub de inovação.

Adesão ao programa do governo estadual “Minas Livre para crescer”. Sendo a primeira cidade mineira a assinar o decreto de liberdade econômica, trabalhando pela celeridade e desburocratização para abertura de empresas.

“Outra ação de grande relevância para o desenvolvimento econômico para o município foi a parceria com o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas- INDI, agora denominado Invest Minas e a SEDE – Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que coloca Varginha na rota do desenvolvimento”, destaca prefeito Vérdi Melo. Para ele esse crescimento do VAF e resultado de um trabalho responsável envolvendo muitas mãos, todas embutidas no desenvolvimento da cidade”.

De acordo com João Paulo Braga, CEO na Invest Minas – Agência de Promoção de Investimento de Minas Gerias, a missão da Invest Minas é atrair empresas e investimentos para o estado de Minas Gerais e para que essa missão possa ser bem sucedida a parceira e trabalho conjunto com os municípios é fundamental. E neste caso varginha tem se destacado tanto pela solidez de seu trabalho conosco e também na forma que o município tem sido ativo na politica de atração de investimentos.

João Paulo ainda comenta que Varginha tendo adotado uma plataforma pró negócio e quer desburocratizar a vida do empreendedor. Estes resultados já podem ser percebidos tanto pela atração de novas empresas e investimentos como também pelo incremento do VAF no município e que este incremento do VAF é na prática a melhoria dos serviços públicos para a população, pois este recurso volta para a população na forma de melhores serviços públicos de educação, saúde e isto se conecta a politica de atração de investimentos. Atrair investimentos é em última instância possibilitar uma melhoria de qualidade de vida da população, finaliza João Paulo.

Em setembro, a prefeitura de Varginha, por meio da secretaria de desenvolvimento econômico anunciou a chegada de 12 novas empresas na cidade, por meio de cartas de intenções, além da expansão de diversas empresas que contarão com o apoio da prefeitura.

Números

Varginha registrou a abertura de 3.327 empresas e 1.287 empresas extintas até a presente data. Este número gera um saldo positivo de 2.040 empresas, um crescimento de 17,2% em relação a 2020, de acordo com o site oficial do governo. Empresas de pequeno porte e microempresas representam 3.215 empresas deste total.

Já em relação a geração de empregos, de acordo com os dados do CAGED, o acumulado até o mês de outubro foi 18.674 admissões e 16.320 desligamentos, um saldo positivo de 2.354 empregos. O setor que mais gerou empregos foi o de Serviços, seguido de Indústria.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *