Sul de Minas se destaca em estudo nacional sobre educação

Sul de Minas se destaca em estudo nacional sobre educação

Dos 11 municípios mineiros que se destacaram no estudo nacional “Educação que faz a diferença”, quatro são do Sul de Minas. Outros quatro ainda mereceram destaque dos pesquisadores. O estudo teve como objetivo reconhecer as redes que realizam um trabalho de destaque no ensino fundamental. Identificadas essas redes, o projeto documenta suas práticas pedagógicas e de gestão. A ideia é que elas sirvam de inspiração para outros municípios com resultados ainda não tão satisfatórios.

Os municípios da região que receberam o “Selo Bom Percurso” são Andradas, Itajubá, Machado e São Sebastião do Paraíso. Além dessas, Brazópolis recebeu “Menção Honrosa”, e outras três cidades, Campo do Meio, Carmo de Minas e Dom Viçoso foram ainda destacadas pelos pesquisadores.

TCEMG

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) deu sua contribuição neste trabalho. O estudo foi feito por técnicos dos tribunais de contas do Brasil inteiro e isso incluiu o trabalho da corte de contas mineira.

Os servidores Stélcio Messias Leandro Madeira e Jefferson Mendes Ramos fizeram o trabalho de campo em dois destes municípios: em Machado e em São Sebastião do Paraíso. Esses municípios foram selecionados pelo IEDE com base em pesquisa e critérios pré-estabelecidos em dados fornecidos pelo Prova Brasil, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

De acordo com os resultados da pesquisa qualitativa, a rede municipal de Machado possui 6 escolas de Ensino Fundamental, sendo 3 rurais (com 286 matrículas) e 3 urbanas (com 827 matrículas), que atendem somente alunos dos anos iniciais. “Como um dos destaques da rede, é importante citar o papel atuante da diretora pedagógica da Secretaria, que realiza um processo bimestral de avaliação e monitoramento dos resultados de aprendizagem dos alunos, estimulando a correção dos desvios e adequação das práticas junto às unidades escolares”, apontou o estudo.

Já a rede de São Sebastião do Paraíso possui 8 unidades de ensino urbanas de Ensino Fundamental e 4 rurais, que atendem, respectivamente, a 2.813 e 3.321 alunos. “A estrutura da Secretaria de Educação é a mesma há pelo menos 4 gestões, o que, segundo os entrevistados, garante a continuidade dos trabalhos. Na rede, há 9 assessores pedagógicos – um para cada série do Ensino Fundamental – que são responsáveis pela elaboração de avaliações bimestrais e por auxiliar as escolas para a melhoria de seus resultados”, sinalizou a pesquisa.

Foto: Karina Coutinho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *