Solenidade celebrando o fechamento do Hospital de Campanha

A Prefeitura de Varginha realizou na manhã desta quinta-feira, 30, a cerimônia que marca o encerramento das atividades assistenciais do Hospital de Campanha. Foram 18 meses com 685 atendimentos de pacientes internados de altíssima complexidade.

O diretor da Universidade Federal de Alfenas – Unifal, Paulo Roberto Rodrigues de Souza lembrou muito bem do telefonema que recebeu em uma manhã de domingo, da então diretora da UPA, Rosana Moraes pedido autorização para montar o Hospital de Campanha no prédio da Unifal, o que viabilizaria os atendimentos, inclusive pela proximidade da UPA.

“Nunca imaginei que pudesse ‘comemorar’ o fechamento de um hospital, pois ele já nasceu provisório, mas atendeu todo o check list da Secretaria de Estado da Saúde e com 20 leitos de CTI e 30 de enfermaria atendemos a macorregião Sul e quero agradecer todos que contribuíram para chegar a esse momento, que não é o encerramento da pandemia, mas atingimos à marca de 150 mil vacinas e deixo registrado a gratidão e o tributo às vítimas da Covid-19”, declarou o superintendente Especial de Enfrentamento à Covid-19, o médico infectologista Luiz Carlos Coelho que desde o início da pandemia esteve à frente do enfrentamento ao coronavírus.

A estrutura do Hospital de Campanha, incluindo mobiliário, equipamentos, medicamentos e outros itens terão destinação ao atendimento do SUS. Foi formada uma comissão que analisará a melhor destinação incluindo UBS, Policlínica Central, Hospital Bom Pastor e o Hospital da Criança. O vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Rodrigo Naves parabenizou “o prefeito Vérdi que não poupou esforços para o enfrentamento à Covid-19 e estendeu também o agradecimento à direção da Unifal nas pessoas do diretor Paulo Roberto Rodrigues de Souza e do vice-reitor Alessandro Antônio Costa Pereira.

A cerimônia de encerramento das atividades do Hospital de Campanha ocorreu no auditório da Unifal, onde o prefeito Vérdi Melo destacou que “o momento é de reflexão, pois a pandemia não acabou, sendo assim, a população tem que continuar com a responsabilidade da prevenção”. Vérdi também agradeceu a “todos os profissionais, parceiros, Unifal, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, a Superintendência Regional de Saúde, Fundação Hospitalar, a Igreja, a imprensa que teve e tem papel importantíssimo orientando a população – foi fundamental – evitando que pudéssemos perder ainda mais vidas”. O prefeito reafirmou que a Prefeitura vai continuar trabalhando firme, agora para enfrentar os reflexos da pandemia e citou os secretários municipais presentes Willian Gregório Grande (Obras e Serviços Urbanos), Honorinho Ottoni (Governo), Sérgio Takeishi (Administração), José Manoel Magalhães (Habitação e Desenvolvimento Social) e Gleicione Aparecida Dias Bagne de Souza (Educação). “Vamos entregar tablets para os estudantes para minimizar o tempo perdido e todos os nossos secretários municipais vão trabalhar para a retomada da economia e do novo normal”, afirmou.

O Hospital de Campanha chegou a contar com 195 profissionais na luta para salvar vidas. O pároco da Paróquia do Divino Espírito Santo, padre Rafael, reafirmou que a população e as autoridades podem continuar contando com o apoio da igreja e com as orações. O representante da Igreja evangélica Lagoinha, Arlei afirmou que se chegamos nesse momento de desativar o Hospital de Campanha “é porque o trabalho foi bem feito”. Ele citou um trecho bíblico de Salomão – Eclesiastes 3 – que leva à reflexão sobre o tempo, “…tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar; tempo de chorar, e tempo de rir…”. A cerimônia foi encerrada com uma oração do Pai Nosso.

Logo após, todos se dirigiram à Praça Cléber de Holanda, onde foi construído um memorial das vítimas da Covid-19, momento em que foram soltos 349 balões representando cada pessoa que morreu em decorrência do coronavírus.

A Prefeitura informa que as unidades de gripe das UBS Bom Pastor e Canaã também deixaram de funcionar desde 30 de setembro de 2021. Os atendimentos ocorrerão normalmente na porta de entrada para sintomáticos gripais na UPA 24h.

Deixe um comentário