Receita Federal faz novo alerta sobre golpe do Leilão

A Receita Federal reforça o alerta para que os cidadãos não caiam no golpe envolvendo leilões realizados pela instituição. O golpe acontece da seguinte forma: as vítimas clicam em anúncios de leilão e são redirecionadas a sites falsos. Em seguida, pessoas se identificam como atendentes do site e encaminham o termo de arrematação, solicitando o depósito de valores. 

Os leilões realizados pela Receita Federal são divulgados sempre pela página da instituição https://www.gov.br/receitafederal/pt-br. Para participar dos leilões da Receita Federal, que são realizados eletronicamente, é obrigatório que  o acesso seja realizado pelo E-CAC com utilização de certificação digital, o que garante maior confiabilidade ao processo. Os leilões eletrônicos tem fases com datas definidas, que incluem visitação aos lotes em uma das unidades da Receita Federal, período de propostas e seleção pública para ordenação e classificação das propostas e só então, a fase dos lances, que também é realizada em sessão púbica.

O Delegado da Receita Federal em Varginha, auditor-fiscal Michel Lopes Teodoro, ressalta que “os interessados devem acessar somente o site oficial da instituição. O golpe consiste em direcionar os contribuintes para sites falsos, inclusive, utilizando plataformas de busca e aplicativos de mensagens. A Receita Federal não utiliza o whatsapp para tratar de leilões e em todos os casos os interessados só entram nas plataformas de leilões se tiverem o certificado digital”

A Receita Federal reforça ainda que não solicita depósito de valores em contas de pessoas físicas a fim de garantir a arrematação de quaisquer itens que estejam sendo leiloados.

Em caso de dúvidas sobre o Edital de Leilão ou sobre o funcionamento do Sistema de Leilão Eletrônico, basta acessar o Manual do Licitante. Em cada um dos editais de leilão, são disponibilizados os contatos da Comissão responsável.

Deixe um comentário