PCMG conclui inquérito de homicídio contra militar em Boa Esperança

Foi concluído pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), nesta segunda-feira (1º/06), inquérito policial que apurava homicídio qualificado contra um policial militar, ocorrido na noite do dia 16 de maio, na cidade de Boa Esperança, Sul de Minas, durante perseguição policial.

No dia do crime, policiais militares teriam visto uma dupla em uma motocicleta, que aparentava atitude suspeita, pois estavam observando a movimentação de um posto de gasolina, provavelmente com a intenção de cometer roubo.

Ao perceber a presença dos policiais militares, o condutor da motocicleta fugiu, em sentido contrário ao da polícia, que iniciou a perseguição. Na ocasião, foi notado que o veículo era produto de furto ocorrido no dia anterior (15/05). Durante a fuga, o condutor da motocicleta perdeu o controle do veículo e caiu, mas a dupla fugiu a pé. Em perseguição, um dos policiais militares foi atrás de um suspeito em uma plantação de café, onde foi morto.

Com as investigações, os dois suspeitos foram identificados. Um deles foi morto em um confronto com a Polícia Militar, na cidade de Cristais. O outro já tinha mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e se apresentou à Polícia Civil, sendo encaminhado ao Sistema Prisional.

O Delegado Alexandre Boaventura Diniz explica que esse suspeito que se apresentou à PCMG seria o executor do crime. “O suspeito, cientificado do estágio avançado das investigações, decidiu por confessar o crime, inclusive reconhecendo ser o autor dos disparos contra a vítima”, detalhou o Delegado. Com isso, o homem foi indiciado por homicídio qualificado contra servidor de Segurança Pública no exercício da função.

As investigações foram realizadas por policiais civis das cidades de Boa Esperança, Três Pontas, Varginha e Cristais.

Deixe um comentário