Orientações para vacinação contra o Covid-19 de pessoas com comorbidades

A Prefeitura de Varginha está divulgando orientações para a vacinação contra o Covid-19 do grupo de pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, gestantes e puérperas. A data de início da vacinação deste grupo não foi divulgada.

Pessoas no grupo das comorbidades devem comprovar suas condições. Para indivíduos que fazem acompanhamento pelo SUS, poderá ser utilizado o cadastro já existente da sua unidade de referência, como comprovante que este faz acompanhamento da referida condição de saúde, a exemplo dos programas de acompanhamento de diabéticos.

Aqueles que não estiverem cadastrados na Atenção Básica deverão apresentar um comprovante que demonstre pertencer a um dos seguimentos contemplados no grupo de comorbidades, podendo ser utilizado laudos, declarações, prescrições médicas ou relatórios médicos com descritivo e o CID da doença ou condição de saúde, CPF ou CNS do usuário, assinado e carimbado, em versão original.


Grupos com deficiência permanente

A deficiência deverá ser comprovada por meio de qualquer documento comprobatório como:
-Laudo médico que indique a deficiência;
-Cartões de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência;
-Documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência;
-Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência.

Orientações para gestantes e puérperas

Para vacinação prioritária a gestante e a puérpera com comorbidade deverá comprovar a condição de risco conforme recomendações de comprovação do grupo de comorbidades.

Para vacinação das demais gestantes e puérperas, conforme a faixa de idade, a mulher deverá comprovar estado gestacional (ex. carteira de acompanhamento da gestante/pré-natal, laudo médico) ou fase de puerpério (ex. declaração de nascimento da criança, certidão de nascimento), e pertencer à faixa de idade recomendada para vacinação.

Não haverá necessidade de acorrer aos serviços de saúde, pois os documentos relativos aos portadores de comorbidades terão sua validade reconhecida dos últimos seis meses. Desse modo, não precipitem em buscar laudos médicos, o momento é de não aglomerar e de permitir que as vagas das consultas sejam usadas para os que delas necessitem para o controle de suas patologias.

Os links para cadastramento serão divulgados e permanecerão no site da Prefeitura de Varginha. Serão de preenchimento obrigatório para os grupos a serem vacinados nessa fase.

Além da declaração (ou documento comprobatório das comorbidades), os interessados devem estar de posse de exames complementares e prescrição médica (com data válida dos últimos seis meses), caso indicado, para serem auditados na fila que antecede a aplicação da vacina.

Deixe um comentário