Operação Alterosa prende 22 pessoas por tráfico no Sul do estado

Dentro das ações de repressão ao tráfico de drogas no Sul do estado, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desencadeou, nesta quinta-feira (25), a operação Alterosa, com a prisão de 22 investigados, entre eles o líder da organização, e o cumprimento de 25 mandados de busca e apreensão. Os trabalhos foram realizados por cerca de 100 policiais civis e contou com o apoio aéreo e de agentes penitenciários.

A operação ocorreu simultaneamente em Três Corações, Campanha, São Bento Abade, Carmo da Cachoeira e Pouso Alegre. Além do cumprimento dos mandados de prisão, cinco pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas. As equipes também arrecadaram telefones celulares, veículos, drogas, balanças, sacos plásticos utilizados na embalagem de entorpecentes, munições de arma de fogo e pássaros da fauna silvestre.

Segundo o Delegado Alisson Felipe Procópio Sentevilles, os levantamentos começaram após reclamações acerca de tráfico de drogas no bairro Jardim das Alterosas, em Três Corações. As investigações apontam que o tráfico era controlado por Ricardo Silva Antenor, suspeito de distribuir entorpecentes para alguns pontos de venda no bairro, inclusive, utilizando-se de menores de idade para revenda da droga. “Dessa forma, Ricardo foi monitorado durante dez meses, dando forma a uma verdadeira rede para a prática do tráfico de entorpecentes”, conta.

Após identificar o grupo, a Polícia Civil representou pelas medidas cautelares pertinentes e organizou a operação Alterosa. Três investigados continuam foragidos e as investigações prosseguem para localizá-los. Os demais suspeitos foram encaminhados ao Sistema Prisional.

Deixe um comentário