Números do covid-19 em Varginha sob controle após 45 dias da reabertura do comércio

Leitos de CTI no município no nível mais alto do preconizado pelo MS. Taxa de letalidade menor que no Brasil e maior que em Minas Gerais. Pico de casos em Minas deve acontecer em julho ou agosto, segundo a SES.

Após 45 da reabertura do comércio de Varginha (20/04) os números de casos confirmados se elevaram de 11 para 79, de acordo com o boletim desta quarta-feira, 03/06. Nesta data, três pessoas com testes positivo para o covid-19 ocuparam leitos de enfermaria e um, do CTI. Quatro morreram vítima do vírus.

Para fazer frente ao vírus, o município apresenta os números máximos de leitos de enfermaria e leitos de CTI previstos pelo Ministério da Saúde. A cidade tem 253 leitos de enfermaria (169 públicos e 84 privados), além de 58 respiradores, sendo 46 públicos e 12 privados. E nos próximos dias um Hospital de Campanha será inaugurado com cerca de 40 leitos de enfermaria, nas dependências da Unifal.

Quanto aos leitos de CTI, o MS tem como ideal de 1 a 3 leitos por 10 mil habitantes. Se considerarmos apenas os 40 leitos de CTI públicos, Varginha chega a 2,9 por 10 mil habitantes. Computando-se também os 10 leitos de CTI privados, o percentual sobe para 3,6 por 10 mil habitantes.

Nestes 45 dias da reabertura do comércio quatro pessoas morreram vítimas do novo coronavírus. A taxa de letalidade, portanto, é de 5,06%, menor que a taxa brasileira (7%) e maior que a de Minas Gerais, 2,5%. Esse índice, portanto, depende do número de casos confirmados pelo vírus. Quanto maior o número de confirmados menos o número de óbitos.

Segundo o Ministério da Saúde, 80% dos pacientes contaminados pelo COVID-19 não precisam de internação e que, dos 20% hospitalizados, somente 15% vão precisar de acesso a uma terapia intensiva.

Por isso, segundo ainda o MS, a gestão adequada dos leitos é fundamental, uma vez que o paciente com covid-19 é um paciente de longa permanência na UTI. Na média, o tempo de permanência de um paciente em uma UTI no hospital público é em torno de 6,5 dias. No caso do paciente com covid-19, ele poderá permanecer em média 14 dias.

Planilha completa AQUÍ.

Deixe um comentário