Homicídios aumentam e roubos diminuem em Varginha

Homicídios em alta em Varginha e roubos em queda, nos primeiros cinco meses do ano, em comparação ao mesmo período de 2018. Os números estão disponíveis no site da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais – Sesp.

Neste ano, nos primeiros 150 dias de 2019, os homicídios somaram quatro, contra apenas um em 2018, aumento de 300%. Um nos meses de março e maio e dois em abril.

Os roubos, em contrapartida, apresentam queda no mesmo período. Em 2018, foram registrados 55 desse tipo de crime, e neste ano, 48, uma redução de 12,7%. Nos meses de janeiro e maio, as maiores ocorrências, 10 e 17, respectivamente.

Em Minas

A Sesp divulgou números relativos aos quatro primeiros meses do ano, nos últimos dias de maio. No período, todos os 12 crimes monitorados mensalmente pelo Governo de Minas tiveram queda na comparação dos quatro primeiros meses de 2019 com o mesmo período de 2018 (ver quadro). O resultado é o melhor dos últimos sete anos na avaliação do quadrimestre, segundo o Observatório de Segurança Pública Cidadã, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Importante medidor da sensação de segurança da população, os registros de roubo tiveram quase 9 mil registros a menos no período de janeiro a abril deste ano, no comparativo com 2018. Foram 20.610 casos em 2019, contra 29.434 no ano passado – queda de 29,9%. Na capital, a redução dessa modalidade criminosa foi de 31,9%, com os registros passando de 9.829 para 6.690.

Avaliando o interior do Estado, o resultado alcançado também é importante. Dos 853 municípios mineiros, 663, o que significa 77,7% do total, não registraram roubos ou tiveram melhoras em seus índices, avaliando os primeiros quatro meses deste ano e do ano passado.

O número de vítimas de homicídio também caiu no Estado. Foram 925 vítimas de janeiro a abril de 2019, contra 1.119 no mesmo período do ano passado, uma redução de 17,3%. No interior, 704 municípios – 82,5% do total – não registraram, mantiveram ou reduziram seus índices dessa modalidade criminosa.

Deixe um comentário