Custo da cesta básica em Varginha tem queda entre maio e junho

Após dois meses consecutivos de alta, o Índice da Cesta Básica em Varginha (ICB-UNIS) teve uma queda de -1,29% entre os meses de maio e junho. 

A pesquisa é realizada por meio da coleta dos preços de 13 produtos que compõem a cesta básica nacional de alimentos nos principais supermercados da cidade. Salienta-se que a coleta foi realizada tomando todos os devidos cuidados de prevenção solicitados pelas autoridades de saúde em função da pandemia de Covid-19.

Em 12 meses, de junho de 2019 a junho de 2020, a cesta básica em Varginha apresentou um aumento de 7,14%. No acumulado de 2020 o aumento é de 2,17%. “A pesquisa indicou que neste mês de junho o valor médio da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta na cidade de Varginha é de R$417,07, correspondendo a 43,38% do salário mínimo líquido. Dessa forma, o trabalhador que recebe um salário mínimo mensal precisa trabalhar 87 horas e 48 minutos por mês para adquirir essa cesta”, explicou o responsável pela pesquisa Prof. Dr. Pedro dos Santos Portugal Júnior.

Entre os meses de maio e junho de 2020, dos 13 produtos componentes da cesta básica pesquisada em Varginha, oito apresentaram alta dos preços médios, são eles: farinha de trigo, feijão carioquinha, batata, arroz, leite integral, açúcar refinado, carne bovina e manteiga. Pelo segundo mês consecutivo o pão francês teve os preços médios inalterados, e quatro produtos tiveram queda em seus preços médios, são eles: tomate, banana, óleo de soja e café em pó.

Foi possível verificar neste mês a influência de fatores como a oferta, a demanda e a desvalorização cambial na dinâmica dos preços. Ainda há produtos cujos preços são influenciados pelo período atual e por questões relacionadas à pandemia de COVID-19. Tais comportamentos ainda devem se manter no curto prazo”, concluiu o Prof. Pedro.

Deixe um comentário