Boa perde nos pênaltis e dá adeus ao Troféu Independência

Na disputa por uma vaga na final do Troféu Independência, o Boa Esporte empatou com o Uberlândia no tempo normal em 2 a 2 e perdeu nos penaltis. O próximo compromisso é na próxima segunda-feira, 10, contra o Volta Redonda, em Varginha, primeira rodada do Campeonato Brasileiro Série C.

No primeiro tempo, o Boa “amassou” o time da casa no Parque do Sabiá. O centroavante Marcos Paulo perdeu duas ótimas chances, o atacante Gabriel também perdeu.

E o primeiro gol aconteceu logo aos 5 minutos, com o lateral direito Yuri Ferraz. Após blitz na área do Uberlândia, ele chutou no canto direito, rasteiro do goleiro Plínio.

Mesmo com o domínio boveta, o primeiro tempo terminou em 1 a 0.

No segundo tempo, o BEC continuou perdendo gols feitos. O garoto Dênis, aos 5 minutos com o gol vazio cabeçeou para fora. Logo aos 8 minutos, o empate para o Uberlândia. Felipe Alves marcou cobrando penalidade.

Aos 40 minutos, o armador Raphael Luz sofreu pênalti. Ele mesmo cobrou e colocou o Boa novamente á frente no placar.

Já nos descontos, aos 46 minutos, o castigo. O volante Erick conseguiu chutar e marcar. E aí começou a confusão. O bandeira ficou indeciso se marcava ou não um impedimento. Em princípio, ele não correu para o meio de campo, como de praxe. Demorou algum tempo. Depois o árbitro, Paulo César Zanovelli confirmou.

Nas cobranças de penalidades, o atacante, João Guilherme cobrou por cima do travessão. E o Boa acabou desclassificado.

Deixe um comentário